Pesquisar este blog

Carregando...

segunda-feira, 9 de maio de 2011

FILME INDIANO – SOMOS TODOS DIFERENTES COMO ESTRELAS NO CÉU

Descobri este filme no começo deste ano ao preparar um dvd para a professora do meu guerreiro. Sim! Eu sempre passo algum material sobre o transtorno de aprendizagem que afeta meu filhote. Diante de tudo que nós já passamos (desconhecimento, desprezo, intolerância, arrogância, falta de competência, etc), acho importantíssimo. Assisti o filme 3 vezes. Na primeira chorei muito, identifiquei meu guerreiro e também a mim, ao meu marido em várias cenas.... Na segunda, algumas lágrimas escorreram... Na terceira, somente emoção. Este filme é realmente MARAVILHOSO, consegue retratar bem o universo da criança disléxica – a letra ruim, problemas de coordenação motora, orientação espacial, baixa autoestima, as tentativas de esconder as dificuldades com atitudes ou palavras que parecem dizer “Não estou nem aí!”. Acredito que no filme o professor é uma alegoria, ele representa aquela pessoa que pode fazer a diferença na vida de uma criança disléxica, pode ser o pai, a mãe, um irmão, um conhecido da família, o professor, etc... No caso do meu guerreiro eu e meu marido representamos os dois papéis, de pais e também daquele que faz a diferença, não porque já conhecêssemos o problema mas porque nunca desistimos de nosso pequeno, porque perdidos num labirinto procuramos incessantemente por um saída.. Hoje, acredito que estamos na direção certa porque já enxergamos uma luz, mas nossa caminhada continua... Voltando ao filme, fico preocupada com as cenas que mostram o garoto enxergando as letras pulando. Infelizmente, imagens parecidas foram e são utilizadas pelas pessoas que trabalham com a “dislexia da leitura”, isso pode induzir muita gente a cair nesta armadilha, resultando na perda de dinheiro e principalmente na perda de um tempo preciosa das nossas crianças. Em nenhum lugar do mundo existe cura instantânea para dislexia, não há lentes milagrosas! Quem quiser saber mais sobre a nossa experiência com este trabalho leia o post “Dislexia da Leitura”. Olha, a intenção do blog é retratar os caminhos de fracassos e vitórias para vencer a dislexia. Para nós a “dislexia da leitura” foi uma grande decepção, às vezes outras famílias tiveram resultado diferente. No nosso caso, caímos nesta num momento de desespero, vimos o assunto sendo tratado num programa de TV, estávamos esgotados após passar por inúmeros profissionais incompetentes de diversas áreas (fono, psicopedagogos, psicólogos, etc), na época acreditamos que aquela era a saída porque era o único tratamento que ainda não havíamos tentado, isto porque ainda não havíamos passado por profissionais sérios e competentes, mas sim por profissionais com NOME NO MERCADO e tivemos que sentir na pele, principalmente, na pele inocente do nosso guerreiro, que nem NOME, nem TÍTULO são sinônimos de competência! Enfim, o filme é LINDO e INSTRUTIVO, passei para psicopedagoga do guerreiro e ela também adorou!!! Mas agora, preciso utilizar a frase que direciona a obra Maquiavel “Os fins justificam os meios” para passar o link onde é possível ba*xar o filme. Não sou a favor da p*ratar*a, mas acho que este filme pode ajudar muitas famílias. http://www.megaupload.com/?d=SDMUPI9K

video

video

3 comentários:

  1. Queridos pais do guerreiro, filho de peixe, peixinho é: O blog confirma isso! Meu nome é Patrícia, sou psicóloga e cuido do blog/site www.psicologiaecinema.com - onde posto resumos e discussões sobre filmes com temáticas psi. A cada filme, eu faço uma pesquisa na internet, pois o propósito é reunir todas as informações possíveis dessas temáticas. Estou agora preparando o meu post e me deparei com seu blog. Concordo bastante com seus comentários e por isso tomei a liberdade de fazer um link para seus comentários, ok?
    abraços

    ResponderExcluir
  2. Chorei muito com esse filme. Quero ser professora, já estou na terceira licenciatura (e as pessoas me acham louca por isso)e quero ter essa sensibilidade do professor que percebeu o talento do protagonista e não a sua "deficiência".
    Lamento que há ainda pais e professores com as mesmas posturas que vemos no filme.

    Parabéns pelo blog!

    Todos professores deveriam assistir a esse filme...

    ResponderExcluir
  3. Olá família!

    Realmente o filme é o mais emocionante do mundo e de muita sensibilidade.
    tentam a terapia do método Padovan. entre no site www.metodopadovan.com.br. Vocês podem ter a certeza que encontraram a solução para o problema do seu guerreiro.
    fiquem com Deus.
    dulce brito

    ResponderExcluir